Ariosto Holanda ressalta importância da Telemedicina

“Em locais distantes, ela é uma necessidade. Os alunos precisam estar capacitados”, afirmou o parlamentar.

19/11/2015 às 11:52:00 | 140 visualizações

Em audiência pública nessa quarta-feira (18) com o ministro das Comunicações, André Figueiredo, o deputado Ariosto Holanda (PROS-CE) falou sobre o seu projeto de Telemedicina, que tem por objetivo implantar em hospitais e centros de saúde do interior a infraestrutura de telemedicina que possibilitará, a partir de uma central de saúde na capital, realizar atividades de monitoramento remoto de sinais biológicos. “No Ceará, por exemplo, foram construídos hospitais, mas a dificuldade de levar especialistas para os lugares mais distantes ainda existe. A nossa proposta é que seja possível processar sinais por meio de imagens, sons, textos, tomografia, tudo isso poderá ser operado por um técnico de nível médio e isso seria encaminhado para uma central de laudos, que poderia ficar em um hospital universitário ou em algum hospital definido pelo governo”, explicou Holanda.  

O parlamentar destacou ainda a importância de a banda larga chegar a todas as universidades. “Em locais distantes, a telemedicina é uma necessidade. Os alunos precisam estar capacitados. O Ministério das Comunicações dispõe de ferramentas importantes que podem encurtar distâncias do conhecimento e da informação, que são as duas maiores mercadorias do mundo moderno”, afirmou. André Figueiredo admitiu a dificuldade de levar fibra óptica a áreas mais isoladas, mas afirmou que a solução pode estar em um satélite a ser lançado no fim de 2016. “Teremos uma expansão da nossa capacidade de acesso”, ressaltou.

O trabalho sobre Telemedicina foi produzido e publicado em coautoria com o engenheiro Sérgio Frota no período que o parlamentar exerceu o cargo secretário executivo do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos da Assembleia Legislativa do Ceará.

 

Redação PROS na Câmara

Sem tags