Fiscalização Financeira aprova audiências públicas com autoridades para discutir efeitos da Operação Lava Jato

A proposta, de autoria do deputado Valtenir Pereira, solicita ainda a realização de reuniões de trabalho, visitas técnicas, seguidas de mesas redondas, em diferentes estados da federação.

07/10/2015 às 15:19:00 | 162 visualizações

Foi aprovado, nesta quarta-feira (7), na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, requerimento do deputado Valtenir Pereira (PROS-MT), que requer a realização de audiências públicas com ministros de estado, presidentes de empresas estatais e sociedades de economia mista, autarquias, fundações, sindicatos patronais e de trabalhadores e organizações da sociedade civil. A proposta ainda solicita a realização de reuniões de trabalho, visitas técnicas, seguidas de mesas redondas, em diferentes estados da federação, para acompanhar o andamento e os desdobramentos das atividades relativas ao Grupo de Trabalho, em funcionamento no formato de “Fórum Permanente de Debates”.

O grupo foi organizado a fim de construir alternativas técnicas, políticas, jurídicas e econômicas aos impactos negativos causados pela “Operação Lava Jato” na atividade econômica nacional e no índice de emprego do Brasil. “O objetivo é, sem prejuízo da punição aos responsáveis por atos ilícitos, barrar o desemprego em massa e evitar que empresas brasileiras quebrem e arrastem com elas os empregos de milhares de brasileiros”, explicou o parlamentar.

Segundo Valtenir Pereira, durante os trabalhos do fórum avaliou-se que seriam necessárias viagens e a participação de outras autoridades para ouvir sugestões e soluções para combater a fragilidade da atividade econômica naval e petroquímica causada pelos reflexos negativos e indiretos da operação da Polícia Federal. 

 

 

Redação PROS na Câmara

Sem tags