Dr. Jorge Silva cobra medidas urgentes a favor de um trânsito mais seguro

“O desrespeito ao limite da velocidade, o consumo de bebida alcoólica e o uso de celular na direção são as principais causas de acidente”, afirma o parlamentar.

21/09/2015 às 16:25:00 | 191 visualizações

O deputado Dr. Jorge Silva (PROS-ES) destacou a necessidade de medidas urgentes a favor de um trânsito mais seguro. Entre os principais problemas encontrados nas rodovias, o parlamentar apontou o desrespeito ao limite da velocidade, o consumo de bebida alcoólica e o uso de celular na direção. “No Brasil, milhares de pessoas morrem todos os anos em decorrência de acidentes no trânsito. São, em sua maioria, jovens, cujos futuros são ceifados pela baixa qualidade das vias ou pela imprudência”, afirmou, em Plenário o deputado.

Segundo informou Dr. Jorge Silva, entre os anos de 2001 e 2011, a taxa de óbitos em acidentes no Espírito Santo chegou a 32,7 para cada 100 mil habitantes, “o que torna o trânsito do estado o sexto mais mortal do País”, comentou. No ano de 2014, foram registrados 31 mil acidentes na Grande Vitória, com oito mil vítimas e 56 mortes. Neste ano, até a primeira semana de julho, foram mais de mil acidentes e 33 mortos somente na BR-101 norte, de acordo com os dados da PRF-ES.

“Nos períodos de férias e feriados prolongados, o aumento do fluxo de veículos nas vias eleva também o número de acidentes. As trágicas histórias de famílias inteiras dizimadas em graves acidentes se multiplicam nos noticiários locais, algo que nunca deixa de chocar e entristecer a população capixaba”, contou.

De acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal, mais de 60% das infrações registradas nas rodovias que cortam o Espírito Santo no ano passado foram por excesso de velocidade. “Isso demostra que é preciso dar importância à fiscalização e às intervenções educativas”, argumentou Dr Jorge Silva. Outros causadores de acidentes, citou o deputado, são fatores comportamentais, como o consumo de bebida alcoólica, o desrespeito à sinalização e a falta de equipamentos de segurança.

Para o parlamentar, a combinação do uso do celular e da direção, também considerada como uma das principais causas de acidente de trânsito, ainda precisa ser mais explorada. “Nos Estados Unidos, uma pesquisa mostrou que mais de três mil jovens morrem todos os anos ao mandar mensagens de texto enquanto dirigem. No Brasil, salvo engano, ainda não temos dados semelhantes, mas já se sabe, pela quantidade de notícias na imprensa, que o uso de celular na direção é responsável por muitos acidentes”, ressaltou.

Avanços
Apesar do grande número de acidentes, a Operação da Polícia Rodoviária Federal do Espírito Santo, realizada na semana santa deste ano, registrou uma queda no número de acidentes graves nas BRs que cortam o estado. “Caiu 85% em relação ao ano passado. Da mesma forma, o índice de letalidade teve queda de 76% e o índice de feridos caiu 36%”, informou Dr. Jorge Silva.

Na avaliação do deputado, para que os índices melhorem em relação aos anos anteriores, é preciso mais dedicação do poder público em todas as esferas. “O País necessita de vias bem conservadas e bem sinalizadas; de campanhas educativas; de investimento na duplicação das rodovias nos trechos mais perigosos. Com tudo isso, certamente muitas vidas serão salvas e muitos futuros preservados”, ponderou. 

 

Redação PROS na Câmara

Sem tags