“Prevenir é uma das melhores formas de combater o câncer”, afirma Dr. Jorge Silva

A afirmação foi feita durante debate sobre a doença no Brasil, que ocorreu na Comissão de Seguridade Social.

17/09/2015 às 18:10:00 | 240 visualizações

Em audiência pública que discutiu os desafios e a necessidade de priorização no tratamento do câncer de intestino no Brasil, o deputado Dr. Jorge Silva (PROS-ES) ressaltou que uma das melhores formas de combater a doença é com a prevenção. Para o parlamentar, é preciso investir em programas de saúde da família e de orientação para que, desta forma, seja possível o diagnóstico precoce e a cura da doença. “Prevenir é melhor que remediar. Investir em prevenção é a melhor solução, não apenas para o câncer de intestino, mas para qualquer tipo de câncer. O Brasil vai conseguir evitar custos com cirurgias, radioterapia e outros tipos de tratamento”, afirmou o parlamentar. O debate ocorreu, nesta quinta-feira (17), na Comissão de Seguridade Social e Família.

Outra questão levantada pelo deputado foi a diferença entre diagnóstico precoce e o rastreamento do câncer. “Parece que existe um conflito entre essas duas situações, não estar claro quando ocorre cada uma”, comentou Dr. Jorge. O diretor do departamento de oncologia clínica do hospital A.C. Camargo Câncer Center, Marcelo Fanelli, explicou que o rastreamento é aplicado em um grupo pré-definido que não tem nenhum sintoma da doença. Já o diagnóstico precoce ocorre quando a pessoa já apresenta algum sintoma e há um exame que possa constatar a doença e indicar o melhor tratamento.

O câncer de intestino atinge em maior incidência os homens – mais de 15 mil casos em 2014, de acordo com informações do Ministério da Saúde. É o quarto câncer com maior incidência no Brasil e é tema da campanha "Setembro Verde" realizada por associações de saúde, com o objetivo de conscientizar a população e combater a doença. 

Redação PROS na Câmara

Sem tags