Miro Teixeira diz que o Parlamento perdeu a voz e está submetido ao Executivo

Para o deputado, o governo federal está esbanjando nos gastos públicos, mas botando a culpa na massa de trabalhadores do Estado. “Basta de acordo e compreensão”, disse.

09/09/2015 às 20:07:00 | 218 visualizações

O deputado Miro Teixeira (PROS-RJ) anunciou na manhã desta quarta-feira(9), durante reunião da Comissão de Finanças e Tributação, que está mudando a condução de seu mandato parlamentar. “Basta de acordo e de compreensão, não vejo mais visibilidade de solução por parte do governo para os problemas que afligem as pessoas. O meu mandato está mudando de postura porque tudo isso é uma grande conversa fiada. Tudo o que se discute para resolver a crise diz respeito a aumento de imposto – é aumento da Cide, a volta da CPMF, o aumento do Imposto de Renda”, enumerou.

Para o deputado, o Estado está esbanjando nos gastos públicos, mas botando a culpa na massa de trabalhadores do Estado. Na avaliação do parlamentar, o Congresso está submetido aos interesses do Executivo. Ele se disse surpreso com a “naturalidade com que flui o discurso de aumento de impostos”. “No Nordeste, o desemprego chegou aos 10%, os produtores rurais estão sem condições de crédito, e o Parlamento, entre cochichos, vai fazendo a vontade do Executivo, com o povo pagando a conta”, criticou, ao defender que o Congresso “recupere sua voz”.

Redação PROS na Câmara

Sem tags