“Manobra para evitar quórum no Congresso é uma farsa”, diz Miro Teixeira

O parlamentar ressaltou que o governo não quer a análise de projetos que o incomodam nas comissões e tampouco quer o quórum no Congresso para evitar a análise dos vetos.

02/09/2015 às 11:52:00 | 201 visualizações

O deputado Miro Teixeira (PROS-RJ) denunciou como “farsa” o que ele afirma ser uma manobra governamental para evitar o quórum na sessão do Congresso, em realização neste momento, para análise de vetos. Miro ressaltou que, ao mesmo tempo em que se exige a presença dos parlamentares na sessão do Congresso, os dirigentes das comissões técnicas da Câmara e do Senado também determinam a presença dos representantes para a votação de projetos relevantes. “O governo não quer a análise de projetos que o incomodam nas comissões e tampouco quer o quórum no Congresso para evitar a análise dos vetos. Isso é uma farsa, uma manobra espertinha do governo”, denunciou.

Pouco antes, Miro também havia criticado a exigência de quórum em dois colegiados ao mesmo tempo quando participava de reunião da Comissão de Finanças e Tributação. “Fico eu na comissão ou vou ao Congresso dar quórum? Não tenho intenção de estar em dois lugares ao mesmo tempo. Santo Antonio de Pádua conseguiu fazer isso e foi canonizado. Não tenho nenhuma intenção de ser canonizado”, ironizou.

Neste momento, as comissões começam a encerrar suas reuniões para que os congressistas marquem presença na sessão do Congresso. Mas ainda não está assegurada a reunião.

Redação PROS na Câmara

Sem tags