Comissão discutirá efeitos da Lava Jato em estaleiro de Angra dos Reis

O deputado Valtenir Pereira apresentou requerimento, aprovado hoje na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, para discutir o desemprego no Estaleiro Brasfels, na cidade fluminense.

19/08/2015 às 19:46:00 | 296 visualizações

Por sugestão do deputado Valtenir Pereira (PROS-MT), integrantes da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle visitarão promoverão uma mesa redonda no Estaleiro Brasfels S.A., do Grupo Keppel Fels, em Angra dos Reis/RJ, para debater os efeitos da Operação Lava Jato na economia e no índice de emprego do Brasil. Segundo o parlamentar, “é sabido que a operação está passando o Brasil a limpo, mas como efeito colateral vem causando impacto negativo na economia e no emprego, em especial, na cadeia produtiva do petróleo”. Nesse cenário, ele cita as empresas da indústria naval, consideradas estratégicas para a economia e para o emprego, mas que estão seriamente afetadas pelos desdobramentos das ações da Polícia Federal.

Valtenir ressaltou que a suspensão unilateral de contratos por parte da Petrobras asfixiou financeiramente essas empresas, gerando cancelamentos de encomendas junto a fornecedores e demissão em massa de seus empregados. Ele lembrou que, no fórum de debate realizado na Câmara, no último dia 12 de agosto, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói, Edson Rocha, destacou que já foram demitidos 1,3 mil trabalhadores, em estaleiro localizado naquela cidade, sem o devido pagamento de indenizações, e que ainda há 3,3 mil sem receber seus salários.

O deputado propôs que sejam convidados para a mesa redonda que se realizará em Angra dos Reis representantes dos sindicatos patronais e de empregados, além de prefeitos e vereadores da região, o secretário de Trabalho do Rio de Janeiro e representantes da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) e da Petrobras.

 

Redação PROS na Câmara

Sem tags