Alagoas comemora seis dias sem registrar um único homicídio, informa Givaldo Carimbão

Segundo o parlamentar, o sucesso é resultado da nova política de segurança instituída pelo governador, que dividiu o sistema de Defesa em: Segurança Pública, Ressocialização e Prevenção à Violência.

18/08/2015 às 18:05:00 | 227 visualizações

O deputado Givaldo Carimbão (PROS-AL) informou há pouco, em Plenário, que Maceió completa nesta terça-feira (18) seis dias sem registrar um único homicídio. Segundo avaliou, o sucesso é resultado da nova política de segurança instituída pelo governador da Alagoas, Renan Filho, que dividiu a antiga Secretaria de Defesa em três: a Secretaria de Segurança, responsável pelas políticas públicas diretamente relacionadas aos criminosos; a Secretaria de Ressocialização, para trabalhar com os condenados; e a Secretaria de Prevenção à Violência, que recebe principalmente os usuários de drogas. “Alagoas é o primeiro estado no Brasil a criar uma secretaria voltada à prevenção da violência. São mais de 15 mil dependentes químicos acolhidos e com o tratamento integralmente pago pelo estado”, ressaltou. “Em Alagoas, para os bandidos, vale a mão dura; mas para as vítimas das drogas, é a mão amiga, a do acolhimento.”

Em seu discurso, Carimbão também defendeu que o Congresso assuma integralmente o papel de legislar sobre a política de drogas no País. Ele lembrou que o Supremo Tribunal Federal deve decidir amanhã sobre a descriminalização do porte de drogas para uso pessoal. “Liberar é um crime e temos que nos rebelar. Fomos nós, os legisladores, que fomos eleitos para fazer lei. O papel do Supremo é velar pela Constituição, e não tomar o papel do Congresso”, disse. 

Redação PROS na Câmara

Sem tags