Rafael Motta apresenta sugestões de emendas à LDO

Das propostas, três delas foram apresentadas diretamente às comissões de Educação, Turismo e Minas e Energia e já foram aprovadas.

09/07/2015 às 10:39:00 | 206 visualizações

O deputado Rafael Motta (PROS) apresentou, na terça-feira (7), seis sugestões de emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que será votada na próxima semana na Câmara dos Deputados. Das propostas feitas pelo parlamentar, três delas foram apresentadas diretamente às comissões de Educação, Turismo e Minas e Energia e já foram aprovadas.

"A LDO orienta a execução da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2016, e o nosso objetivo é que o orçamento da União do próximo ano contemple o Rio Grande do Norte com mais investimentos, principalmente no setor hídrico, educação e segurança pública”, afirmou Rafael Motta.

A emenda que contempla o setor educacional pretende direcionar recursos para construir, modernizar e ampliar as unidades dos Institutos Federais de Educação Profissional do Estado do Rio Grande do Norte (IFRN´s). Além disso, o deputado incluiu na LDO verbas para a educação básica com o objetivo de aperfeiçoar a relação ensino-aprendizagem.

Em relação à segurança, o parlamentar propôs que o Governo Federal destine verbas com o objetivo de estruturar e aparelhar os órgãos que compõem a segurança pública do estado. Também foi apresentada uma emenda que designa recursos para construção de barragens e adutoras, com o objetivo de ampliar a oferta de água aos municípios.  

Na área de turismo, o deputado solicitou recursos para o desenvolvimento da atividade turística nos municípios do Estado, o que proporcionará uma infraestrutura adequada para o crescimento da atividade no RN.

Já no setor energético, Rafael Motta requereu maiores investimentos com a finalidade de aumentar a produção de energia eólica no Rio Grande do Norte, visto que o Estado é um dos maiores produtores desta área no Brasil e atualmente é responsável por 30% da energia eólica do País.

Com informações da assessoria do deputado Rafael Motta. 

 

Redação PROS na Câmara

Sem tags