CPI da Máfia das Órteses e Próteses irá ouvir o ex-secretário de saúde do GDF

O requerimento, de autoria do deputado Hugo Leal, foi aprovado nesta quinta-feira na comissão.

11/06/2015 às 17:37:00 | 353 visualizações

A CPI da Máfia das Órteses e Próteses no Brasil aprovou, nesta quinta-feira (11), requerimento do deputado Hugo Leal (PROS-RJ), que convida o ex-secretário de saúde do Governo do Distrito Federal (GDF), Rafael Barbosa, para ser ouvido na comissão.  A CPI investiga fraudes no setor que foram denunciadas no início do ano em reportagem do programa Fantástico, da Rede Globo. O atual secretário de saúde do GDF, João Batista de Sousa, também será convidado para o debate.

O deputado Hugo Leal informou que em 2014 o GDF reservou mais de R$ 40.000.000,00 (quarenta milhões de reais) do orçamento da saúde para compra de órteses, próteses e materiais especiais. “Só este ano já foram gastos mais de R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) em compras desses equipamentos, sem que haja qualquer comprovação da demanda e efetivo uso dessas órteses e próteses. A dúvida é se esses contratos foram assim firmados por incompetência ou em decorrência de corrupção”, explicou.

Segundo o parlamentar, o Tribunal de Contas do DF já instalou processo de auditoria para averiguar se esses equipamentos foram comprados pelo valor de mercado e se houve a preocupação com a qualidade dos mesmos. “O caso retrata mais um escândalo envolvendo a compra de próteses e órteses por meio de contratos fraudulentos. Neste sentido, acredito que a presença do ex-secretário será de grande valia para ajudar nos trabalhos de investigação desta CPI”, justificou o parlamentar.

 

 

 

 

Redação PROS na Câmara

Sem tags