Fiscalização Financeira discute amanhã consequências da Operação Lava Jato

Para o deputado Valternir Pereira, um dos requerentes do debate, é preciso evitar a “barracota das maiores empresas de engenharia do País”.

10/06/2015 às 10:21:00 | 151 visualizações

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle discute, nesta quinta-feira (11), os impactos da Operação Lava Jato da Polícia Federal na atividade econômica nacional e no índice de emprego do Brasil. O debate foi proposto pelos deputados Jorge Solla (PT-BA) e Valtenir Pereira (PROS-MT).

“O principal objetivo da audiência é construir urgentes alternativas técnicas, jurídicas, políticas e econômicas para garantir a retomada dos investimentos e, assim, evitar a bancarrota das maiores empresas de engenharia do País”, explica Valtenir Pereira.

A intenção, continua o deputado, é garantir os empregos por elas gerados. “Exemplo é o fim do contrato entre a Petrobras e a empresa Iesa, que estava construindo módulos de exploração de petróleo no Rio Grande do Sul, no polo naval do Jacui, no município de São Jerônimo”, cita Pereira.

Foram convidados para debater o assunto:

- o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine;

- o presidente da Sete Brasil, Luiz Eduardo Carneiro;

- o presidente do Sinaval, Ariovaldo da Rocha;

- o presidente do Sindipetro da Bahia, Deyvid S. Bacelar da Silva.

A audiência será realizada no plenário 15, a partir das 10 horas.

Com informações da Agência Câmara.

Redação PROS na Câmara

Sem tags