Domingos Neto defende MP que prevê repasse de R$ 50 bi para o BNDES

Para o parlamentar, medida vai ajudar a diminuir as desigualdades regionais.

13/05/2015 às 11:52:00 | 109 visualizações

O líder do PROS, Domingos Neto (CE), defendeu ontem em Plenário a aprovação da Medida Provisória 663/14, que aumenta em R$ 50 bilhões o limite de recursos que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) poderá emprestar com subvenção econômica da União.

Para o parlamentar, a emenda apresentada pelo deputado André Figueiredo (PDT-CE), que direciona um mínimo de 30% dos recursos do BNDES a financiamentos para tomadores situados nas regiões Norte e Nordeste, segue o que defende a Constituição a fim de reduzir as desigualdades regionais. “Quando se olha o mapa do Brasil, o que se vê é uma grande distorção entre as regiões. O que estamos votando aqui é um objetivo que a nossa Constituição nos impõe. Não se trata de uma matéria de governo ou de oposição, trata-se de uma matéria para projetar o País para o desenvolvimento necessário, podendo ajudar a diminuir as diferenças”, afirmou.

A emenda foi aprovada por 244 votos a 199. Vários deputados da base do governo e da oposição cobraram a aprovação da emenda. O líder do governo, deputado José Guimarães (PT-CE), manifestou-se contra a cota regional para o BNDES. “Não sou deputado regional, sou deputado do Brasil e, por isso, não posso pensar em uma região, desvinculada das outras”, afirmou. Guimarães disse, no entanto, que nunca houve governo que investiu tanto na região quanto os governos do PT. Ele citou diversas ações do governo federal para apoiar a situação do Nordeste, como a transposição do rio São Francisco.

A MP 663/14 será votada ainda pelo Senado.

Com informações da Agência Câmara. 

 

Redação PROS na Câmara

Sem tags