Primeiro leilão de terminais em portos é autorizado, diz Leônidas Cristino

Para o parlamentar, a medida abre novas perspectivas para a expansão e o aumento da capacidade, produtividade e eficiência do setor portuário.

12/05/2015 às 12:02:00 | 118 visualizações

O deputado Leônidas Cristino (PROS-CE) informou, em Plenário, que o Tribunal de Contas da União autorizou a realização do primeiro leilão de arrendamento de terminais em portos públicos. Segundo o parlamentar, trata-se da liberação para a licitação das áreas que compõem o intitulado Bloco I do Programa de Arrendamentos, que contempla 29 áreas nos portos de Santos, em São Paulo, e nos de Belém, Santarém, Vila do Conde e Outeiro e Miramar, no Pará. “Esse primeiro bloco faz parte de um criterioso e exaustivo estudo realizado pelo governo federal, que mapeou e consolidou as demandas em um extenso programa de investimentos estratégicos em todas as regiões, que somam mais de R$ 54 bilhões”, explicou.

Para o parlamentar, a medida abre novas perspectivas para a expansão e o aumento da capacidade, produtividade e eficiência do setor portuário, com consequente redução dos custos na cadeia logística e a elevação dos padrões de competitividade dos produtos nacionais. Segundo Leônidas, dados da Secretaria de Portos da Presidência da República informaram que esse primeiro bloco de arrendamentos tem um potencial de investimentos de R$ 4,7 bilhões e poderá agregar uma capacidade de movimentação de 47 milhões de toneladas anuais de cargas. “Diante das dificuldades que o País enfrenta, esse fato tem uma importância real e simbólica e mostra o esforço excepcional do governo federal com o aumento da atividade produtiva e retomada do crescimento econômico”, disse. 

 

Redação PROS na Câmara

Sem tags