Comissão discutirá riscos urológicos de pessoas com deficiência

Requerimento para a realização de audiência pública é de autoria do deputado Dr. Jorge Silva, que ressaltou o alto risco dessas doenças para pessoas com dificuldades motoras .

26/03/2015 às 11:28:00 | 206 visualizações

A Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência aprovou nesta quarta-feira (25) requerimento (Req. 6/15), de autoria do deputado Dr. Jorge Silva (PROS-RS), para a realização de debate sobre os cuidados urológicos para as pessoas com deficiência. Segundo o deputado, ainda que recebam atenção adequada e possuam boas condições socioeconômicas, os indivíduos com dificuldades motoras estão sujeitos a um risco considerável de apresentar problemas urológicos, tais como úlceras de pressão, infecções recorrentes das vias urinárias, formação de cálculo urinário, deterioração da função renal, hiperreflexia autonômica e câncer de bexiga.

Ele destacou que boa parte do problema em questão ocorre em pessoas vítimas de lesões medulares e que cerca de 80% dessas lesões atingem a população masculina. Dr. Jorge Silva ressaltou que as complicações urológicas são responsáveis pela maior parte dos índices de morbidade e por 10% a 15% das mortes nessa população. “Como presidente da Frente Parlamentar de Atenção Integral à Saúde do Homem, vejo a necessidade de propiciarmos no Parlamento o debate sobre as experiências e dificuldades vividas pelas pessoas com deficiência em sua saúde urológica profissionais de saúde, com dirigentes de órgãos governamentais relacionados ao tema, familiares e entidades”, defendeu. 

Redação PROS na Câmara

Sem tags