Domingos Neto reafirma desculpas de Cid Gomes

Ministro da Educação foi chamado à Câmara para explicar declaração sobre 'deputados achacadores'.

18/03/2015 às 16:50:00 | 169 visualizações

O líder do PROS, deputado Domingos Neto (CE), rebateu agora há pouco as críticas da oposição e do PMDB ao ministro da Educação, Cid Gomes. Os parlamentares que subiram à tribuna anteriormente pediram a saída do ministro e criticaram a sua postura diante da convocação para explicar a gravação em que diz há 300 ou 400 deputados “achacadores”.

As críticas ao ministro, segundo Domingos Neto, têm a intenção de ver mais uma cadeira vaga na Esplanada do Ministério. “Foram colocadas as desculpas, agora, questionar a permanência do ministro é puxar de um fato para atender a interesses políticos obscenos”, declarou o líder.

Domingos Neto disse ainda que ouviu um pronunciamento diferente daquele questionado pela oposição. “Pelas palavras dos que me antecederam, parece que foram dois ministros diferentes que estiveram aqui”, comentou. Ele reforçou que Cid Gomes pediu, sim, desculpas. “Eu o ouvi reconhecer que foi infeliz naquele momento, não estava tentando falar como ministro, pediu reiteradamente perdão”, afirmou.

Cid Gomes foi convocado pelo Plenário para explicar a seguinte declaração, dada por ele na Universidade Federal do Pará no mês passado: “Tem lá uns 400 deputados, 300 deputados que quanto pior melhor para eles. Eles querem é que o governo esteja frágil porque é a forma de eles achacarem mais, tomarem mais, tirarem mais dele, aprovarem as emendas impositivas.”

Com informações da Agência Câmara.

Redação PROS na Câmara

Sem tags