Comissão de Fiscalização aprova seis requerimentos do deputado Valtenir Pereira

Quatro deles são para discutir os efeitos da “Operação Lava Jato” na economia e no índice de emprego.

11/03/2015 às 17:55:00 | 220 visualizações

Seis requerimentos do deputado Valtenir Pereira (PROS-MT) foram aprovados pela Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC) nesta quarta-feira (11). Quatro são para discutir os efeitos da “Operação Lava Jato” na economia e no índice de emprego. Um deles requer a criação de uma subcomissão especial para discutir o assunto. Outro, a realização de visita técnica nas cidades do Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará e Paraná com mesa redonda.

O deputado solicita ainda que o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga, seja convidado para falar sobre as consequências das investigações da Polícia Federal. Para Valtenir Pereira, a ideia é aprofundar a discussão com a sociedade civil organizada. Segundo informou, o presidente da CNI, em entrevista à coluna “Isto é Dinheiro”, afirmou reconhecer que pode haver impactos negativos na economia e que é preciso encontrar uma solução urgente para garantir os investimentos do governo em infraestrutura e manter os empregos.

Por último, foi aprovado o requerimento que convida o presidente do Conselho da OAB e representantes da Associação dos Juízes Federais do Brasil, da Associação Nacional dos Procuradores da República e da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal para falarem sobre as prerrogativas dos advogados que estão atuando na “Operação Lava Jato”.

Política no Brasil            
Outro requerimento aprovado foi o convite ao ex-ministro Luiz Carlos Bresser para debater a “Construção Política do Brasil – Momento Atual”. O parlamentar afirmou que, em recente livro publicado pela Editora 34, Bresser faz uma análise clarividente sobre a necessidade de um novo pacto desenvolvimentista, reunindo empresários, trabalhadores, setores da baixa classe média. “É importante assinalar que a história já revelou que o Brasil só se desenvolve quando tem uma estratégia nacional de desenvolvimento. Temos empresários nacionais jovens com ideias e espírito empreendedor, por isso precisamos criar um ambiente de oportunidades com investimentos”, afirmou Valtenir.

HSBC
O deputado também teve aprovado requerimento que solicita a presença do presidente do Conselho de Controle de Atividades Financeiras, Antonio Gustavo Rodrigues, para falar sobre as providências adotadas em relação às denúncias das contas secretas de brasileiros no HSBC. “O objetivo dessa audiência é levantar informações sobre essas denúncias, que se tornaram objeto de ampla divulgação da mídia nacional e internacional nos últimos dias”, explicou.

Valtenir informou que registros internos da filial do HSBC na Suíça, vazados à imprensa, indicam que a instituição financeira manteve, até 2007, práticas condenadas pelas regras internacionais de combate à lavagem de dinheiro. “O HSBC teria gerido mais de US$ 100 bilhões em recursos de origem duvidosa. O Ministério Público suíço abriu inquérito sobre o caso, fez uma devassa na sede do banco em Genebra, na Suíça, e descobriu cerca de 8,7 mil correntistas brasileiros com mais de US$ 7 bilhões em depósitos”, afirmou. De acordo com o parlamentar, integrantes da Operação Lava Jato já reúnem provas de que a filial do HSBC no Brasil serviu de guarda-chuva para operações ilegais do esquema de corrupção e lavagem de dinheiro que drenou os cofres da Petrobras.

Redação PROS na Câmara

Sem tags