Rafael Motta defende mais debate sobre projeto que trata de fusão de partidos

Para o parlamentar, a discussão, hoje em Plenário, não é o momento mais oportuno para tratar a questão.

25/02/2015 às 20:19:00 | 220 visualizações

Em Plenário agora há pouco, o deputado Rafael Motta (PROS-CE) defendeu uma discussão mais ampla e democrática sobre o texto do PL 23/15, que permite a fusão entre partidos somente entre as legendas que tenham no mínimo cinco anos de registro definitivo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Esta Casa criou uma Comissão Especial para tratar a reforma política. Então eu pergunto: porque não levar a discussão da fusão dos partidos para esta comissão? Acredito que nada mais justo que essa questão seja analisada em um momento mais oportuno, em uma atmosfera dedicada exclusivamente a este assunto”, afirmou o parlamentar.

Rafael Motta acredita que esse debate precisa ser discutido de forma mais democrática, analisando os prós e contras da proposta. “Só assim poderemos dar uma resposta mais transparente para a sociedade. Precisamos, antes da votação, de um espaço para discussão”, disse.

Combate à seca
Mais cedo, durante a votação do Projeto de Lei 2447/07, que torna lei a Política Nacional de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca e cria a Comissão Nacional de Combate à Desertificação (CNCD), aprovado pela Câmara, com emendas, Rafael Motta ressaltou a importância da aprovação da proposta. “O Rio Grande do Norte pede socorro. Todo o Nordeste precisa ter uma atenção mais forte deste Parlamento. Parabenizo todos aqueles que por aqui passaram e demonstraram a sua inteira disposição de aprovar esse texto”, comentou.

Segundo o parlamentar, o Nordeste precisa se tornar uma região que impulsione o crescimento brasileiro, pois concentra 30% de toda população, mas tem apenas 3% dos recursos hídricos disponíveis. “. O meu mandato será defensor intransigente dos direitos de todos os estados brasileiros, mas em especial do Nordeste brasileiro”, destacou.  

Redação PROS na Câmara

Sem tags