Givaldo Carimbão destaca comemorações do calendário católico

O deputado lembrou ainda a abertura das celebraçõeses dos 100 anos do Movimento Apostólico de Schoenstatt que, no Brasil, alcança cerca de 12 milhões de pessoas.

16/12/2014 às 00:00:00 | 213 visualizações

O dia da Imaculada Conceição e o Dia da Família, comemorados no último 8 de dezembro, foram lembrados em Plenário pelo líder do PROS, deputado Givaldo Carimbão (AL). “São duas comemorações do calendário católico não meramente simbólicas, mas de elevado valor para todos nós”, ressaltou. O parlamentar destacou também a abertura, em 18 de outubro passado, das celebrações do Movimento Apostólico de Schoenstatt, fundado em Schoenstatt, na Alemanha, durante a Primeira Guerra Mundial.

O movimento, como lembrou Carimbão, foi criado pelo padre José Kentenich em 18 de outubro de 1914, e seu trabalho hoje se faz presente nos cinco continentes e alcança milhões de pessoas por meio dos cerca de 200 santuários da Mãe Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt - cópias fiéis do Santuário Original, permitindo um vínculo direto com o lugar sagrado onde nasceu o Movimento de Schoenstatt.

Na época da fundação do movimento, o sacerdote alemão, junto com alguns jovens, fundou um movimento com o intuito de resgatar os valores tradicionais da igreja e da fé. “A celebração do Ano Jubilar pretende fazer memória à origem da espiritualidade schoenstatiana como também lançar um desafio para a renovação da missão e do compromisso de todos os membros do movimento”, disse Carimbão.

No Brasil, informou o deputado, o movimento alcança cerca de 12 milhões de pessoas com a Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt. “Não tem nenhum outro país em que essa campanha tenha atingido um número maior de pessoas, como no Brasil”, apontou. Schoenstatt, completou, busca atrair Maria ao santuário, “para que ela possa gerar novamente Cristo neste mundo sem fé, muitas vezes sem esperança e, especialmente, sem amor”.

Givaldo Carimbão destacou ainda o trabalho do diretor nacional do movimento, padre Alexandre Awi Mello, que, em julho último lançou o livro “Ela é minha mãe! – Encontros do Papa Francisco com Maria”. Em entrevista exclusiva ao padre Awi Mello, contou o parlamentar, o papa Francisco sinalizou sua intenção de nomear mulheres para cargos importantes da Cúria Romana. 

Redação PROS na Câmara

Sem tags