Givaldo Carimbão avalia que, mesmo após tumulto, é possí­vel votar mudanças na LDO ainda hoje

Para o lí­der do PROS, é importante diferenciar democracia de "bagunçaria". Ele ressaltou que os cidadãos presentes nas galerias do Plenário não podem desrespeitar os parlamentares.

02/12/2014 às 12:00:00 | 236 visualizações

Líder do PROS, o deputado Givaldo Carimbão (AL) avaliou, em entrevista ao vivo à TV Câmara, que, mesmo com o tumulto ocorrido nas galerias, é possível votar o PLN 36/14 ainda nesta terça-feira (2). Segundo o parlamentar, é democrático que a oposição use de todas as formas para obstruir a votação do projeto. “Mas é importante diferenciar a democracia da ‘bagunçaria’, porque o que não pode ocorrer no Plenário é o desrespeito a um parlamentar, como ocorreu agora com uma senadora que foi chamada de vagabunda”, argumentou.

A pedido da senadora Vanessa Grazziotin, o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros, solicitou à polícia legislativa que retirasse os manifestantes das galerias do Plenário argumentando ser impossível prosseguir a sessão com tanto tumulto. Para Givaldo Carimbão, os ânimos devem se acalmar depois do fim do tumulto e, assim, haverá clima para retomar a votação.

O Congresso está reunido para analisar dois vetos presidenciais que trancam a pauta e, em seguida, o PLN 36, que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) em vigor e permite ao Executivo abater da meta de superavit todo o gasto com ações do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e com as desonerações tributárias concedidas neste ano.

Redação PROS na Câmara

Sem tags