Comissão concede a Blumenau tí­tulo de Capital Nacional da Cerveja

O parecer ao projeto que dá o título à cidade catarinense foi apresentado pela deputada Cida Borghetti à Comissão de Cultura.

13/11/2014 às 12:00:00 | 260 visualizações

A Comissão de Cultura aprovou nesta quarta-feira (12) parecer da deputada Cida Borghetti (PROS-PR) ao Projeto de Lei 7313/14, do deputado Décio Lima (PT-SC), que dá ao município de Blumenau (SC) o título de Capital Nacional da Cerveja.

Em seu parecer pela aprovação da matéria, Cida citou pesquisas mostrando que a história da cerveja na região de Blumenau remonta aos primeiros anos da colonização, nos idos de 1860. Em decorrência do forte movimento migratório de origem alemã, várias cervejarias surgiram na região, com produção restrita e diferenciada, basicamente voltada ao consumo das famílias e amigos dos pequenos fabricantes.

Atualmente, destacou a deputada, o Festival Brasileiro da Cerveja, o maior encontro cervejeiro do País, é anualmente realizado na cidade catarinense e reúne os melhores produtores do ramo. “A cada nova edição do festival atesta-se uma expansão qualitativa e quantitativa do universo cervejeiro: mais de 500 rótulos de cervejas integram hoje o calendário dos eventos cervejeiros nacionais”, informou.

Concurso
Além do festival, Cida Borghetti também destacou o concurso anual, também o maior do Brasil e realizado em paralelo ao Festival Brasileiro da Cerveja, que promove a apresentação e degustação de mais de 400 rótulos inscritos, com o propósito de eleger as melhores cervejas, estilos e cervejarias do ano. Na edição de 2014, por exemplo, foram premiadas 54 casas fabricantes de cerveja, “o que demonstra o alcance e a importância da atividade não só localmente, mas também para a região e mesmo o País”. Cida aponta ainda a iniciativa cervejeiro é tão desenvolvida e reconhecida que a cidade possui uma Escola Superior de Cerveja e Malte, voltada à formação presencial e a distância.

Tramitação
O texto, que tramita conclusivamente, segue ainda para análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Se aprovada na CCJ, segue direto para o Senado.

Redação PROS na Câmara

Sem tags