Liliam Sá avalia resultado das eleições e aponta prioridades para o País

A deputada ressaltou as reformas política e tributária, a melhoria dos serviços públicos e a prioridade nas ações voltadas à proteção de crianças e adolescentes.

29/10/2014 às 12:00:00 | 195 visualizações

Ao avaliar o resultado das eleições concluídas no último domingo (26), a deputada Liliam Sá (PROS-RJ) afirmou, em Plenário, que o desejo manifestado pelo povo brasileiro nas urnas não é o de um governo novo, mas sim de mudanças no modelo do governo atual. “O que funciona deve ser mantido, mas o que não funciona deve ser revisto com a maior urgência”, afirmou.

Na avaliação da parlamentar, o País sai dividido dessa eleição, “não entre oposição e situação, mas numa divisão social que sempre existiu, mas que toma uma dimensão política”. Para Liliam Sá, agora é a oportunidade de a presidente reeleita, Dilma Rousseff, procurar, por meio do diálogo, inovar seu modo de governar.

Os desafios que devem ser enfrentados imediatamente, avaliou a deputada, são a falta d´água em São Paulo, a política de pleno emprego, a melhoria dos serviços públicos e, principalmente, a reaproximação dos sindicatos e movimentos sociais existentes no País. “A presidente Dilma e o PT devem voltar às bases, rever os conceitos que deixaram para trás e os afastaram do povo”, defendeu.

Liliam Sá ressaltou que, em entrevista recente, Dilma Rousseff declarou que seu governo será pautado no combate à corrupção, no controle da inflação e no crescimento econômico do País. “Confio na presidente Dilma quando ela diz que vai dar prioridade à transparência na investigação da corrupção da Petrobras. O povo não aguenta mais a impunidade. É preciso dar um basta e mostrar que o governo não compactua com a corrupção, que esta Casa não compactua com a corrupção”, afirmou.

Reformas
As reformas política e tributária também foram citadas pela parlamentar como prioritárias para o País. Para ela, é urgente melhorar a qualidade da administração pública e da política brasileira, assegurar a paridade de gênero, incentivando a participação feminina nas Casas Legislativas. Sobre a questão tributária, Liliam Sá afirmou ninguém aguenta mais a alta carga de juros que assombra desde o microempreendedor até o grande empresário. Ela defendeu novas linhas de crédito que beneficiem setores da economia que estão estagnados.

Liliam Sá também pediu atenção maior do governo federal às crianças e aos jovens. Segundo ressaltou, a CPI da Exploração Sexual, da qual foi relatora na Câmara, detectou que, em todo o País, falta prioridade para a área de infância e adolescência. “É preciso fortalecer, cada vez mais, o sistema de segurança, para coibir a prática de exploração sexual e o tráfico de pessoas, incentivar e facilitar a adoção, e fazer com que jovens em conflito com a lei encontrem, no sistema socioeducativo, a oportunidade de concluir seus estudos para voltarem ressocializados ao convívio social e prontos para viver uma vida digna, longe da marginalidade”, listou.

Redação PROS na Câmara

Sem tags