Em sessão solene na Câmara, Givaldo Carimbão diz que ideais de Eduardo Campos jamais morrerão

Lí­der do Pros ressaltou que Campos deixa como legado o fato de que se pode fazer política com transparência, decência e lealdade.

02/09/2014 às 12:00:00 | 204 visualizações

O líder do Pros, Givaldo Carimbão (AL), afirmou há pouco, em sessão solene da Câmara em homenagem aos ex-deputados Pedro Valadares e Eduardo Campos, que os ideais de Eduardo Campos jamais morrerão. “Ele nos deixa como legado o fato de que se pode fazer política com transparência, decência e lealdade”, disse o deputado, atualmente em seu sétimo mandato parlamentar.

Carimbão foi vereador e quatro vezes deputado federal pelo PSB, partido que também liderou em 2012. Ele ressaltou que deve toda a sua formação política ao partido criado por Miguel Arraes, avô de Eduardo Campos. “Tive a honra de ser deputado federal com Miguel Arraes, Ana Arraes [mãe de Campos e hoje ministra do Tribunal de Contas da União] e Eduardo Campos. Os ensinamentos de Arraes, das lutas dos camponeses, pobres e oprimidos, eu recebi no PSB”, lembrou. De Eduardo Campos, disse Givaldo Carimbão, foi-se o corpo, a matéria, “mas ficaram o espírito e sua história”.

O perfil pessoal e político de Pedro Valadares também foi destacado por Carimbão. Segundo afirmou, Valadares era um homem comprometido e sem maldade.

Acidente aéreo
Eduardo Campos e Pedro Valadares morreram no dia 13 de agosto, em acidente aéreo ocorrido em Santos (SP). Candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos ocupava o terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto. Já Valadares era assessor da campanha do PSB. Outras cinco pessoas também morreram no acidente: o assessor de imprensa de Campos, Carlos Percol; o fotógrafo da campanha, Alexandre Severo; o cinegrafista da campanha, Marcelo Lyra; e os pilotos Marcos Martins e Geraldo Cunha.

A sessão solene, aberta pelo presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves, teve a presença da viúva de Eduardo, Renata Campos, e de seus cinco filhos: Maria Eduarda (22), João (20), Pedro (18), José (9) e Miguel (7 meses). A família de Pedro Valadares também participou da homenagem. Estiveram presentes o filho Rodrigo Santana Valadares, os irmãos Emerson Valadares de Santana e Maria Andrea Valadares de Santana, além do cunhado, Mário Marroquim. Autoridades de Pernambuco e do PSB também vieram à Câmara acompanhar a sessão.

Redação PROS na Câmara

Sem tags