Deputados do Pros lamentam morte de Eduardo Campos

Parlamentares ressaltam trajetória política do político pernambucano.

13/08/2014 às 12:00:00 | 195 visualizações

A trajetória política de Eduardo Campos foi ressaltada pelos deputados do Pros, que repercutiram a morte do ex-deputado federal, ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República como uma tragédia para o País, para a política e para a família de Campos.

Para Ronaldo Fonseca (Pros-DF), vice-líder do partido, mais que um candidato a presidente, Campos era um homem que sonhava com um país melhor. “Que seus feitos e sua coragem sejam lembrados eternamente”, afirmou. Também vice-líder do Pros, Salvador Zimbaldi (SP) lamentou profundamente a tragédia. “Nossos sentimentos à família do candidato, aos colegas do partido e também aos familiares dos demais ocupantes do avião.”

Antonio Balhmann (CE), vice-líder do partido, afirmou que o país perdeu hoje um líder jovem, de trabalho admirável e diferenciado. Para Liliam Sá (Pros-RJ), o Brasil perde um jovem promissor na política nacional.

Além da tragédia pessoal e familiar, avaliou Hugo Leal (Pros-RJ), a morte de Eduardo Campos abre uma lacuna enorme no meio político. “A sua trajetória de ascensão foi resultado de uma enorme capacidade de trabalho e de liderança. Pelo reconhecimento do seu trabalho, tornou-se um nome qualificado na disputa pela Presidência da República. O cenário político fica mais pobre sem ele”, ressaltou.

Domingos Neto (Pros-CE), que também considerou a morte de Campos como uma perda para a política e para o Brasil, prestou solidariedade aos familiares e amigos de todos que estavam no avião que caiu em Santos. “Manifesto minha profunda tristeza com a morte de Eduardo Campos, um amigo fraterno que construí nas lides do PSB”, afirmou.

Redação PROS na Câmara

Sem tags