Líder do PROS afirma que alta nos combustíveis não é culpa do atual Governo

A parlamentar também destacou a necessidade de investimentos em refinarias para reduzir os custos.

20/06/2022 às 23:35:49 | 44 visualizações

A líder do PROS, deputada Aline Sleutjes (PR), ressaltou em Plenário, nesta segunda-feira (20), que a alta nos combustíveis não é culpa do atual Governo. A parlamentar ponderou alguns dos fatores que contribuíram para que a gasolina chegasse ao preço atual.

“Temos visto que as dificuldades acontecem, nos últimos 3 anos, com mais evidência devido a toda essa crise da pandemia e ao aumento também dos barris de petróleo, que passaram de 20, 30 dólares para 110, 120 dólares. Obviamente isso impacta diretamente o preço do nosso combustível, que é compensado pelo PPI, o valor de paridade de importação. Mas é culpa do Governo Bolsonaro? Obviamente que não! Em 2016, foi mudada a legislação para essa forma de cobrança dolarizada. Ora, que o Legislativo então mude a lei, que faça uma intervenção, que faça a diferença”, afirmou.

Outro ponto destacado pela parlamentar, foi a necessidade de investimentos em refinarias para reduzir os custos.

“Se nós tivéssemos as nossas refinarias, certamente o combustível seria mais barato e não pesaria no bolso do nosso consumidor. O cidadão precisa estar atento porque as falácias são bastante e tentam colocar a todo momento que a crise é culpa desse governo, mas não é”, frisou.

A deputada lembrou, ainda, que esteve durante a tarde em reunião com o presidente Arthur Lira (PP-AL) para discutir as questões e soluções para esse aumento abusivo dos combustíveis.

“Estamos tentando encontrar um caminho para resolver a questão da alta nos combustíveis. E vale ressaltar que a iniciativa para propor uma CPI é do partido do presidente Bolsonaro. Se esse Governo tivesse medo de fiscalização, não estaria apoiando essa iniciativa”, concluiu.

Confira abaixo o discurso completo:

Redação PROS na Câmara