Weliton Prado destaca a importância do Dia Internacional de Combate ao Câncer Infantil

“Esta é a doença que mais mata nossas crianças e jovens com menos de 19 anos, mas com o diagnóstico precoce, as chances de cura sobem pra 80%”, afirma o deputado Weliton Prado.

15/02/2022 às 20:40:26 | Atualizada em 15/02/2022 às 20:47:46 | 141 visualizações

Em Plenário, nesta terça-feira (15), o deputado Weliton Prado (MG) alertou para a importância do Dia Internacional de Combate ao Câncer Infantil, celebrado no dia 15 de fevereiro. A data foi criada para aumentar a conscientização sobre o câncer infantil e expressar apoio às crianças e adolescentes com câncer, os sobreviventes da doença e suas famílias. O parlamentar afirma que em quase 60% dos casos, a doença é descoberta em estágio avançado.

“Esta é a doença que mais mata nossas crianças e jovens com menos de 19 anos, mas com o diagnóstico precoce, as chances de cura sobem pra 80%”, afirma.

O parlamentar, que preside a Comissão de Combate ao Câncer no Brasil (Cecancer), frisou que tem trabalhado para assegurar Centros Especializados e o acesso ao diagnóstico precoce, que são fundamentais para salvar vidas.

O câncer é a principal causa de morte de crianças e adolescentes em todo o mundo. A cada ano, mais de 400.000 crianças são diagnosticadas com câncer. Na região das Américas, a estimativa foi de 32.065 novos casos de câncer em 2020 em crianças de 0 a 14 anos; deles, 20.855 casos foram na América Latina e no Caribe.

Os tumores mais frequentes na infância e na adolescência são as leucemias (que afetam os glóbulos brancos), os que atingem o sistema nervoso central e os linfomas (sistema linfático).

Sintomas:

– Perda de peso contínua e inexplicável;
– Dores de cabeça com vômito de manhã;
– Aumento do inchaço ou dor persistente nos ossos ou articulações;
– Protuberância ou massa no abdômen, pescoço ou qualquer outro local;
– Desenvolvimento de uma aparência esbranquiçada na pupila do olho ou mudanças repentinas na visão;
– Febres recorrentes não causadas por infecções;
– Hematomas excessivos ou sangramento, geralmente repentinos;
– Palidez perceptível ou cansaço prolongado.

Confira o discurso do parlamentar:

Redação PROS na Câmara