Weliton Prado é o novo líder do PROS

“Assumimos a liderança em um dos momentos mais importantes do Congresso, que é a aprovação do Orçamento”, afirma o líder.

09/12/2021 às 17:19:02 | Atualizada em 09/12/2021 às 17:40:51 | 286 visualizações

O deputado Weliton Prado (MG) é o novo líder do PROS. O parlamentar assume a liderança e fica no comando da bancada na Câmara até o final do ano. Em 2022, a partir do dia 1° de janeiro, o deputado Uldurico Júnior (BA) ocupará o cargo.

Weliton Prado ressalta que irá lutar, no Colégio de Líderes, pela aprovação de pautas importantes para a população, especialmente relacionadas à saúde, com destaque para a proposta que cria o fundo nacional para o enfrentamento do câncer. Além disso, reforça a importância das decisões que serão tomadas pelo Congresso neste final de ano. 

“Assumimos a liderança em um dos momentos mais importantes do Congresso, que é a aprovação do Orçamento. Neste momento, serão definidos os recursos para saúde, para segurança e para área social. Uma das minhas prioridades será discutir, no Colégio de Líderes, a criação do fundo nacional de combate ao câncer”, afirma. 

O deputado Capitão Wagner (CE), que estava na liderança do partido, agradeceu a oportunidade de estar à frente da legenda e destacou os desafios enfrentados em um momento de pandemia. 

“Foi uma experiência gratificante e muito intensa, afinal estamos em um momento de pandemia. Liderei a bancada durante a transição entre o trabalho presencial e o remoto. Foi muito importante, durante este período, representar o partido nas reuniões e buscar o fortalecimento do PROS na Câmara dos Deputados”, comenta o parlamentar.  

Perfil do líder

Weliton Prado foi reeleito com 129.999 votos pelo estado de Minas Gerais. Repórter fotográfico, pós-graduado em Direito Público e parlamentar em exercício, Weliton iniciou sua trajetória política como líder do movimento estudantil. Já foi vereador, deputado estadual e cumpre seu terceiro mandato na Câmara dos deputados

Weliton assinou o compromisso registrado em cartório desde que saiu pela primeira vez candidato a deputado federal de não votar a favor de projetos que retiram ou são contrários aos direitos conquistados pelos trabalhadores, aposentados e servidores públicos; de não votar pela criação ou aumentos de impostos na Câmara dos Deputados.

Tornou-se membro da Comissão de Defesa do Consumidor e da Comissão Mista de Orçamentos da Câmara dos Deputados, sendo relator do Orçamento da União em 2014. Assumiu o segundo mandato de deputado federal em 2015, tendo sido o sexto mais votado de Minas Gerais com mais de 186 mil votos. Cumpre seu papel na Câmara dos Deputados, sendo um dos poucos de Minas Gerais que tem 100% de presença em Plenário.

Redação PROS na Câmara