Projeto defende prioridade para garis e catadores na vacinação contra a Covid

“Estes trabalhadores atuam diariamente prestando serviço essencial à população, cuja paralisação poderia provocar o agravamento da crise sanitária, com reflexos sobre os hospitais e, de modo geral, a cidade”, explica o autor da proposta, deputado Acácio Favacho.

26/04/2021 às 12:41:32 | Atualizada em 26/04/2021 às 14:42:23 | 155 visualizações

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 1510/21, de autoria do deputado Acácio Favacho (AP), que estabelece os profissionais de limpeza urbana e os catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis como prioritários no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19

“Estes trabalhadores prestam serviço essencial, cuja paralisação poderia provocar o agravamento da crise sanitária, com reflexos sobre os hospitais em situação limite. Além disso, pela própria natureza da atividade, estão em constante movimentação dentro da sua área de atuação, correndo o risco pessoal de infecção e funcionando como possível vetor do vírus”, explica o deputado.

A proposta é resultado de solicitação da vereadora de Macapá, Luany Favacho (PROS), que pediu a inclusão da classe no grupo de prioridades por reconhecer a natureza da atividade, o alto risco de infecção e da possibilidade de transmissão do coronavírus e suas variantes.

Redação PROS na Câmara