Bancada do PROS participa de 16 comissões na Câmara dos Deputados

Os colegiados voltarão a funcionar em regime semipresencial, depois de um ano parados em razão da pandemia.

11/03/2021 às 12:40:01 | Atualizada em 11/03/2021 às 12:41:08 | 283 visualizações

A bancada do PROS conseguiu ampliar a participação nas comissões permanentes na Câmara dos Deputados. O líder, deputado Capitão Wagner, passará a compor, como membro titular, a Comissão de Constituição e Justiça e a de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. Na Comissão Mista de Orçamentos, o líder será suplente.

Na Comissão de Viação e Transportes, o PROS conta com a titularidade do deputado Acácio Favacho (AP) e suplência da deputada Clarissa Garotinho (RJ). O deputado Gastão Vieira (MA) continua com a titularidade da Comissão de Educação e a suplência da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle. Carla Dickson (RN) assume como titular na Comissão de Seguridade Social e Família e na dos Direitos da Pessoa Idosa, e as suplências nas Comissões de Relações Exteriores de Defesa Nacional, da Educação e dos Direitos das Pessoas com Deficiência.

A Comissão Representativa do Parlasul conta com dois representantes do PROS: Acácio Favacho e Eros Biondini (MG). Biondini também é titular na Comissão de Relações Exteriores e suplente na Comissão dos Direitos das Pessoas com Deficiência.

A deputada Clarissa Garotinho é titular na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e suplente na Comissão de Minas e Energia e na de Viação e Transportes. Toninho Wandscheer (PR) assume a titularidade na Comissão de Desenvolvimento Urbano e a suplência na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural.

Na Comissão de Turismo e na de Viação e Transportes, o PROS conta com o deputado Vaidon Oliveira (CE) como membro titular. Na Comissão de Defesa do Consumidor conta com os deputados Uldurico Junior (BA) e Weliton Prado (MG).

As comissões permanentes da Câmara dos Deputados começaram a ser instaladas e eleger seus presidentes na quarta-feira (10). Até o momento, 20 comissões já iniciaram seus trabalhos. As outras instalações continuarão na sexta-feira (12).

A escolha das comissões permanentes é feita com base no resultado da última eleição para a Câmara e no princípio da proporcionalidade partidária. Ou seja, o tamanho de cada bloco partidário na Casa define quem escolhe primeiro e quantas comissões cada um terá.

Redação PROS na Câmara