“Essa crise é grave, teremos que tomar medidas econômicas urgentes”, diz Gastão Vieira sobre coronavírus

O parlamentar demonstrou sua insatisfação em discurso no Plenário sobre a postura do ministro da Economia, Paulo Guedes, ao explicar o cenário de pandemia para os parlamentares. A reunião tratou da provável edição da medida provisória para liberar de forma emergencial cerca de R$ 5 bilhões para que o Ministério da Saúde possa reforçar a estrutura de combate ao coronavírus.

12/03/2020 às 11:46:56 | 218 visualizações



O deputado federal Gastão Vieira (MA) discursou no plenário nesta quinta-feira (12) sobre o resultado da reunião realizada na quarta-feira (11) com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. A reunião foi para tratar da liberação de medida provisória (MP) emergencial de cerca de R$ 5 bilhões para reforçar a estrutura para combater o coronavírus.   

"Ontem, tivemos a oportunidade participar de uma reunião com a cúpula do governo e do legislativo, o ministro da Saúde colocou de forma clara que a crise que virá atingirá de forma impactante os idosos. O protocolo requer que o paciente seja entubado, temos essa estrutura? Essa crise é grave, o setor aéreo vai demitir em massa, teremos que tomar medidas econômicas e por dinheiro na mão da população", explica o deputado.

Redação PROS na Câmara