Líder do PROS participa de reunião emergencial sobre coronavírus

A reunião tratou da provável edição da medida provisória para liberar de forma emergencial cerca de R$ 5 bilhões para que o Ministério da Saúde possa reforçar a estrutura de combate ao coronavírus.

12/03/2020 às 10:06:56 | 187 visualizações


Foto: Presidência do Senado Federal

Os líderes partidários reuniram-se nesta quarta-feira (11) com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, para tratar da liberação de medida provisória (MP) emergencial de cerca de R$ 5 bilhões para reforçar a estrutura para combater o coronavírus.   

O Líder do PROS, deputado Acácio Favacho (AP), declarou o apoio a liberação dos recursos.  “Ontem, discutimos a busca de medidas urgentes de combate a proliferação do coronavírus. Pedimos celeridade na liberação emergencial desses recursos que serão utilizados para estratégias de um Plano Sanitário para a identificação de casos e isolamento de pessoas. Acreditamos que essas medidas evitarão mortes e são fundamentais para o esclarecimento de toda a população”, explica o Líder.

O ministro da Saúde encaminhou ao Congresso um ofício requisitando a liberação dos recursos, que serão destinados às mais de 40 mil unidades básicas de saúde, nos mais de 5 mil municípios do país, para que o primeiro atendimento à população atingida pela covid-19 seja de boa qualidade. Ele explicou que consultores legislativos do Senado se mostraram favoráveis à edição da MP, porque o dinheiro seria liberado imediatamente e não ficaria limitado pelo teto de gastos, estando amparado na legislação por conta do caráter emergencial do problema. 

Os presidentes da Câmara e Senado poderão se reunir nesta quinta-feira (12) com o presidente da república, Jair Bolsonaro, para definir como será realizada a liberação dos recursos.

Redação PROS na Câmara