Acácio Favacho ressalta importância da MP que destina recursos para o enfrentamento do coronavírus

O líder do PROS, deputado Acácio Favacho (AP), declarou apoio à Medida Provisória 921/20, que abre crédito extraordinário, em favor do Ministério da Defesa, no valor de R$ 11.287.803,00, para enfrentar uma possível situação de emergência pública causada pelo coronavírus.

11/03/2020 às 18:00:42 | 511 visualizações



O Estado do Amapá se pronunciou após divulgação do governo francês que há cinco casos confirmados do coronavírus (Covid-19) na Guiana Francesa. O líder do PROS, deputado Acácio Favacho (AP), declarou apoio à Medida Provisória 921/20, que abre crédito extraordinário, em favor do Ministério da Defesa, no valor de R$ 11.287.803,00, para enfrentar uma possível situação de emergência pública causada pelo coronavírus.

“Parabenizo o governo do Amapá que já enviou uma equipe de profissionais de saúde ao município de Oiapoque (670 quilômetros da Capital). Além disso, o governador iniciou o plano de contingência desenvolvido por uma comissão formada por órgãos estaduais, federais e municipais para enfrentamento de uma eventual chegada do vírus ao Amapá”, explica o deputado.

O envio das equipes para a fronteira foi decidido em reunião presidida pelo governador Waldez Góes, que contou com a participação de representantes da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS), Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), Exército, Marinha e Secretaria de Estado da Comunicação (Secom).

Casos confirmados de coronavírus no Brasil
São 26 casos confirmados da doença, sendo 4 por transmissão local e 21 casos importados. Atualmente, são monitorados 930 casos suspeitos e outros 685 já foram descartados. Os dados foram repassados pelas Secretarias Estaduais de Saúde.

Dos 26 casos confirmados de coronavírus no país, 16 estão em São Paulo, 3 no Rio de Janeiro, 2 na Bahia, 1 em Alagoas, 1 no Espírito Santo, 1 em Minas Gerais e 2 no Distrito Federal.

PREVENÇÃO:
- Lavar as mãos com água e sabão
- Utilizar lenço descartável quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo
- Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas

Redação PROS na Câmara