Gastão Vieira lamenta descarte de livros didáticos por escolas públicas

O deputado comentou a matéria do Fantástico que mostrou a denúncia e afirmou que infelizmente o cenário não é surpreendente. “Desde que fui secretário de educação, isso em 1995, eu ficava surpreso ao chegar em algumas escolas e ainda encontrar os livros lacrados e guardados no fundo de uma sala. Eu fui presidente do FNDE e senti que a operação de compra e de distribuição desses livros é ideológica e marcada por uma imensa burocracia”, explica o parlamentar.

09/12/2019 às 13:22:18 | 202 visualizações


Para o deputado Gastão Vieira (MA), o dado, infelizmente, não é nenhuma surpresa. Segundo o parlamentar, o cenário não é novidade, pois quando o parlamentar exercia o cargo de presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) já havia problema com a distribuição e seleção dos livros didáticos.

Redação PROS na Câmara