Além da Previdência: Vaidon Oliveira destaca Reforma Tributária e Pacote Anticrime como prioridades

O deputado federal Vaidon Oliveira acredita que a aprovação do texto da Reforma, com as alterações propostas pelos parlamentares, dará a Câmara dos Deputados a oportunidade de pautar outros projetos, como a Reforma Tributária e o Pacote Anticrime.

04/07/2019 às 17:33:35 | 451 visualizações


O deputado federal Vaidon Oliveira (CE) acompanhou nesta quinta (4) a votação do texto base da Reforma da Previdência (PEC 6/19). Na opinião do parlamentar, a Câmara precisa dar celeridade à proposta para seguir pautando outros temas de grande relevância nacional, como a Reforma Tributária e o Pacote Anticrime.

"Lutamos para que tirassem o que tinha de ruim do relatório, o que não era consenso. Acredito que uma boa parte da população já acredita que enquanto não ocorrer a aprovação da Reforma da Previdência o país não vai voltar a crescer. Enquanto não a aprovarmos na Câmara não podemos discutir outros temas relevantes para a sociedade, como por exemplo a Reforma Tributária e o Pacote Anticrime", afirma o deputado.

O texto propõe a idade mínima para regra transitória para todos os trabalhadores, de 65 anos se homem e 62 se mulher, com tempo de contribuição de pelo menos 20 e 15 anos, respectivamente. No caso dos servidores públicos da União, o tempo de contribuição previsto é maior, de 25 anos, e cumulativamente pelo menos 10 anos no serviço público e 5 no cargo para ambos os sexos.

Tramitação

O parecer, apresentado durante a madrugada, mantém as diretrizes da proposta original do governo Jair Bolsonaro. Foram 36 votos favoráveis e 13 contrários.

A comissão rejeitou, por 35 votos a 13, os 99 destaques individuais à proposta da Reforma da Previdência (PEC 6/19). A votação foi feita em bloco. Há, ainda, 17 destaques de bancadas a serem analisados, que precisam ser votados um a um.

Redação PROS na Câmara