Com monção de louvor, deputado Capitão Wagner homenageia policiais militares por bravura

“É de notório conhecimento que a atividade policial está sujeita aos mais diversos riscos e incompreensões quanto a sua importância, razão pela qual ações positivas merecem todo o reconhecimento da sociedade”, afirma o deputado federal Capitão Wagner

02/07/2019 às 16:27:16 | 344 visualizações

A Comissão de Segurança Pública aprovou nesta terça (2) três requerimentos de autoria do deputado federal Capitão Wagner (CE) que tratam de moções de louvor para homenagear e reconhecer os serviços prestados por policiais militares dos estados do Ceará e São Paulo.

Ceará

O parlamentar reservou dois requerimentos para moção de louvor que homenageia os policiais militares do estado do Ceará. O Requerimento 74/19 trata-se de promoção por bravura aos policiais militares Luiz Fernando Figueiredo Arruda e Aureliano Gomes Coutinho Júnior que combateram e controlaram com sucesso um incêndio em um edifício evitando a sua propagação para as outras unidades e edificações próximas.

"A atuação dos soldados, ao subirem rapidamente até o apartamento e, diante da ausência de resposta da moradora (que havia saído e deixado o carregador do celular na tomada), promoverem o arrombamento e controle do incêndio, foi fundamental para evitar o alastramento das chamas e do incêndio, com ato responsável e de bravura".

Já o Requerimento 61/19 celebra o aniversário de 184 anos da Polícia Militar do Estado do Ceará. "Trata-se de instituição profundamente ligada e vinculada à história do Estado do Ceará. Isso é apenas uma pequena homenagem aos seus mais de 15 mil homens e mulheres, que desempenham permanentemente a defesa da paz social e da segurança de toda a população cearense", afirma o deputado.

São Paulo

Já o requerimento 44/19 é para homenagear os policiais militares do 9º Batalhão da Polícia Militar de São Paulo, Renato Taroco e Robson Thiago de Souza, que salvaram a vida de uma criança recém-nascida, em situação de engasgamento e sem respirar, na cidade de Marília (SP).

"O salvamento foi imediato. A criança foi encaminhada a um hospital particular, onde passou por exames que atestaram o seu perfeito estado de saúde, sem quaisquer sequelas", afirma o deputado Capitão Wagner.

Além desse fato o parlamentar destaca no texto outro episódio do policial militar Renato Taroco, em operação de salvamento em 2015, quando efetivou o resgate de policiais que haviam sofrido um grave acidente em perseguição policial. Na ocasião, o policial ergueu uma viatura em chamas para que os policiais retirassem os colegas que ainda estavam dentro dela, tendo sofrido fraturas e lesões graves que lhe trouxeram sequelas.

Por essa ação de bravura, o policial foi eleito em 2017 "Herói da Vida Real" e tornou-se o primeiro policial brasileiro a receber um "certificado de reconhecimento" assinado pelo tenente Kelly Cole, comandante da SWAT, a unidade de elite de polícia dos Estados Unidos da América.

Redação PROS na Câmara