Projeto do deputado Boca Aberta obriga políticos e familiares a usarem o SUS

“Esse quadro de descaso com a saúde pública somente vai ser alterado quando os políticos forem obrigados a utilizar o serviço público hospitalar em caso de doenças ou enfermidades, enquanto durar o mandato eletivo”, afirma o autor da proposta, deputado Boca Aberta (PR).

15/05/2019 às 20:06:36 | 270 visualizações

A Câmara passa a analisar o Projeto de Lei 2142/19 de autoria do deputado federal Boca Aberta (PR) que determina a obrigatoriedade de os políticos utilizarem o Sistema Único de Saúde (SUS) durante o mandato eletivo. O projeto estende a obrigatoriedade também a parentes consanguíneos ou afins em 1º grau.

“Esse quadro de descaso com a saúde pública somente vai ser alterado quando os políticos forem obrigados a utilizar o serviço público hospitalar em caso de doenças ou enfermidades, enquanto durar o mandato eletivo”, afirma o deputado Boca Aberta.

Pelo texto, fica proibido o ressarcimento dos gastos hospitalares, bem como o pagamento de auxílio saúde. Essa obrigatoriedade aplica-se enquanto durar o mandato eletivo.

Tramitação

O PL 2142/19 aguarda a designação de relator na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF).

Redação PROS na Câmara