Miro Teixeira defende uma política nacional de segurança

Para o deputado, a segurança não pode ser vista como uma atribuição exclusiva do Estado.

30/04/2014 às 12:00:00 | 135 visualizações

Em Plenário, nesta quarta-feira (30), o deputado Miro Teixeira (Pros-RJ) defendeu a aprovação da PEC/300, que estabelece um piso salarial para policiais e bombeiros. Para ele, o Parlamento precisa estabelecer uma política nacional de segurança.

Miro Teixeira ressaltou que a sensação de insegurança no país vem se revelando um problema grave, onde o Estado precisa intervir. “A PEC/300 foi aprovada em primeiro turno. Agora não podemos deixar que essa proposta vá para a gaveta. Precisamos agir e oferecer segurança ao brasileiro”, afirmou.

Para o deputado, a segurança não pode ser vista como uma atribuição exclusiva do Estado. “Há coisas que são de responsabilidade da União e do estado. Atualmente, não podemos esquecer que os Municípios também têm grande importância na prevenção do crime”, disse.

Outro ponto destacado pelo parlamentar foi o impacto da insegurança no Produto Interno Bruto (PIB). Segundo ele, pesquisa realizada há uns três anos, apontou que o Rio de Janeiro perdeu R$ 2,5 bilhões de reais em um ano devido à insegurança. 

Redação PROS na Câmara

Sem tags