Líder do PROS diz que partido vai priorizar reforma tributária

Deputado também defende investimentos em energia renovável e aprovação da reforma da Previdência, para que país possa voltar a investir em infraestrutura.

05/02/2019 às 20:38:26 | 105 visualizações

A aprovação da reforma tributária é o principal ponto defendido pelo Partido Republicano da Ordem Social, o PROS. O novo líder da legenda, deputado Toninho Wandscheer, do Paraná, lista os pontos que ele considera relevantes.

“O PROS é um partido que tem como fundamento, e aquilo que é a nossa luta, é baixar a carga tributária do país. Isso é uma luta do partido, isso está até no estatuto do partido. Então, nós queremos ver se conseguimos ajudar a apoiar a reforma tributária, que eu acho que é de grande valia para o país. O PROS também tem deputados ligados à saúde, nós queremos criar uma comissão para debater o câncer, que é uma doença de grande relevância, que tem muitas mortes no país”, afirmou.

Energia

Para o líder, o desenvolvimento precisa estar associado à responsabilidade. E o PROS quer ajudar o governo a atingir essa meta.

“Temos que ter uma nova plataforma de energia, porque o Brasil já está na hora de começar a investir muito mais em energia renovável, aquela que não polui, aquela que não precisa de fazer barragem. Falou em barragem, a gente fica até tremendo. O PROS é um partido que tem essa visão de que o Brasil precisa crescer, precisa se desenvolver. E é um novo momento do governo, e nós esperamos colaborar com esse governo”, disse.

Previdência

Favorável à aprovação da reforma da Previdência, Toninho Wandscheer prevê que o governo vai ter dificuldades nessa área.

“Vai ter que convencer os deputados que estão chegando. Porque a maioria dos deputados que estão chegando, eles vêm com o voto de opinião pública. Eles não declararam que iam votar a reforma da Previdência. Então, é uma tarefa árdua para o governo convencer os novos deputados da necessidade que temos de fazer a reforma da Previdência para que nós tenhamos realmente capacidade de investimento para o Brasil melhorar a infraestrutura do país, portos, aeroportos, estradas. Então, temos que arrumar o dinheiro, e a Previdência tem tomado um grande volume desses recursos do nosso país”, disse.

Da Agência Câmara.

Redação PROS na Câmara

Sem tags