“Me posiciono ao lado dos agentes de saúde”, diz André Amaral

Parlamentares do PROS cobram derrubada de veto que incide sobre o reajuste da categoria de Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias.

04/09/2018 às 11:45


Nesta terça-feira (4), parlamentares do PROS se posicionaram em defesa da derrubada do veto relacionada à Lei 13.708/18, que regula a atividade dos Agentes Comunitários de Saúde e Combate às Endemias.

O deputado André Amaral (PROS-PB) cobrou um posicionamento do Congresso para a derrubada do veto.

“Mais uma vez gostaria de me posicionar ao lado desses homens e mulheres, que talvez sejam os que melhor conhecem a realidade dos municípios, não só na parte da saúde, mas social”, disse André Amaral

O veto da Presidência da República incidiu sobre o reajuste de 52.86% do piso salarial dos profissionais, previsto no texto enviado à sanção.

“Vamos derrubar esse veto para entregar a esses trabalhadores esse sonho. Há muito tempo eles trabalham para conquistar essa valorização e agora precisamos derrubar esse veto para que os agentes continuem sonhando”, afirmou André Amaral.

A Medida Provisória citada pelo deputado Vitor Valim é a 827/18, aprovada no último mês pelo Congresso Nacional sob a forma de Projeto de Lei de Conversão.

O texto da MP estabelece pontos como a jornada de trabalho para recebimento do piso salarial, a participação em cursos de treinamento e o custeio de locomoção necessária para a realização do trabalho.

 

Redação/PROS na Câmara