Câmara aprova MPs que atendem caminhoneiros

Outras propostas também foram apreciadas pelos parlamentares.

08/08/2018 às 10:29


A Câmara aprovou na noite desta terça-feira (7) três medidas provisórias do acordo com caminhoneiros para pôr fim à greve de maio. Uma delas obriga a Conab a contratar percentual mínimo de transportadores autônomos. Outra garante isenção do pedágio para o eixo suspenso de caminhão vazio em todas as rodovias do território nacional. A última cria uma indenização temporária para o policial rodoviário federal por ter trabalhado durante sua folga na greve.

As três MPs vão ao Senado.

A Bancada do PROS participou ativamente das negociações e se posicionou durante a greve dos caminhoneiros que impactou na distribuição de mercadorias e de alimentos por todo o país. O resultado do desabastecimento foi acrescido às reivindicações dos caminhoneiros, que tiveram na Liderança do PROS na Câmara espaço propício ao diálogo à articulação de propostas juntos ao governo federal, disse o deputado Felipe Bornier (RJ), líder do partido.

Leia mais sobre as propostas aprovadas em Câmara Notícias.

Redação/PROS na Câmara