PROS na Câmara :: Bancada do PROS contesta aumento no preço da gasolina


Bancada do PROS contesta aumento no preço da gasolina

O Plenário da Câmara dos Deputados foi palco de vários protestos contra o novo aumento no diesel e na gasolina anunciado pela Petrobras.

23/05/2018 às 10:14


“A população não entende o que está acontecendo hoje. O Brasil é um dos maiores produtores de petróleo do mundo mas consegue pagar um dos maiores preços no mercado interno”, disse o líder do PROS, deputado Felipe Bornier, em discurso nesta terça-feira (22) contra o aumento do combustível ao consumidor final.

Membro da Comissão de Minas e Energia (CME), o deputado federal Eros Biondini (PROS-MG) declarou que não apoia qualquer aumento, já que o consumidor vem arcando com um peso alto de impostos.

“Como membro da Comissão de Minas e Energia, estou me manifestando e participando das ações para que o preço dos combustíveis abaixe imediatamente! Ninguém aguenta mais essa falta de respeito com a nossa população!”, criticou.

Parlamentares do PROS exigem que as negociações em andamento com o Ministério da Fazenda acelerem o acordo para que o governo concorde em zerar a alíquota da Cide-combustível a fim de reduzir os preços do diesel e da gasolina para os consumidores.

O deputado Toninho Wandscheer (PROS-PR) lembrou que recentemente foi aprovado, pela Câmara dos Deputados, o Marco Regulatório do Transportes de Cargas, iniciativa que protege o caminhoneiro. Na oportunidade, o parlamentar criticou mais um aumento que atinge diretamente a categoria.  

“Os combustíveis não devem ser utilizados para gerar impostos, mas para trazer desenvolvimento e colaborar na geração de emprego e renda”, disse.

 

Redação/PROS na Câmara