“O Congresso deve resgatar a sua independência”, diz Gastão Vieira

O ex-ministro criticou a dependência do Parlamento diante das pautas do Executivo

20/03/2018 às 17:56:51 | 199 visualizações

“O legislador deve trabalhar em função do voto de seu eleitor e não atrelado ao Governo. Sou totalmente contra isso e defendo que os novos deputados e senadores possam lutar em prol da sociedade. Por isso, acredito que o Congresso deve resgatar a sua independência”, disse o ex-ministro e presidente do PROS Maranhão, Gastão Vieira, que esteve reunido nesta terça-feira (20) na Liderança do PROS com o líder do partido, deputado Felipe Bornier (RJ).

Na oportunidade, Gastão Vieira comentou sobre o atual quadro político do estado do Maranhão e ressaltou, como pré-candidato a deputado federal, que há espaço para renovação e novas ideias.

“Temos que discutir questões inadiáveis para o País. O PROS cresce no Maranhão e temos a certeza de que teremos muito espaço para conseguirmos dar uma boa renovação no Congresso Nacional, especialmente na Câmara dos Deputados”, disse ao criticar a última Reforma Política aprovada pela Câmara que, na sua visão, privilegiou os políticos que já estão no poder.

De acordo com Gastão Vieira, o PROS é um partido que busca acolher novas candidaturas e que abre espaço para que novos candidatos possam crescer com a legenda.

“O grande desafio é a população eleger um Senado e uma Câmara independentes. Tivemos por muito tempo um Parlamento alinhado ao Executivo, sendo apenas um auxiliar nesse processo, e muitas vezes trabalhando em função das demandas do Planalto e não da sociedade. Eu tenho lido que esse ano poderá ter a menor renovação e isso me preocupa”, afirmou.  

Para Gastão Vieira, a mudança está nas mãos da sociedade, que deve estar atenda em colocar aqueles políticos que vão representar a agenda construída na sociedade, no eleitorado que ele representa.

“O que adianta elegermos deputados para que eles sejam apenas um prisioneiro do Executivo? Nesse sentido, o cuidado que o PROS está tendo em atrair novas lideranças, de dar condições e incentivar aqueles que querem assumir um mandato, demonstra que o partido caminha no lugar certo e nos dá um papel de destaque diante das futuras eleições”, finalizou.

Redação PROS na Câmara

Sem tags