Deputado Toninho Wandscheer aprova pedido de informações ao ministro das Cidades

O voto do parlamentar foi seguido pelos demais membros.

20/09/2017 às 16:26:06 | 76 visualizações

A Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara deliberou nesta quarta-feira (20) o requerimento de pedido de informações ao ministro de Estado das Cidades, Bruno Cavalcanti de Araújo, para explicar aos membros da comissão a razão pela qual o ministério por ele comandado tem destinado mais verbas para as prefeituras controladas pelo PSDB.

O requerimento de convocação foi, no entanto, transformado em pedido de informações após o pronunciamento do deputado Toninho Wandscheer (Pros-PR) que defendeu primeiro a medida para, em seguida, passar para uma possível convocação do ministro.

“Devemos incialmente solicitar ao ministério informações que nos dê subsídio para uma avaliação correta do caso, até mesmo para termos um julgamento do processo aqui”, afirmou Wandscheer.

De acordo com o requerimento inicial, do deputado Afonso Florence (PT-BA), matéria do Jornal o Globo, do dia 18/9, apontou que a gestão do ministro Bruno Araújo, do PSDB, no ministério das Cidades, beneficiou com repasse de recursos por meio de convênios prefeituras comandadas por políticos do PSDB.

“O governador do estado do Paraná, Beto Richa, é do PSDB. E eu tive uma reunião, aqui em Brasília, em que ele estava presente e teve um pedido rejeitado pelo ministério em virtude de documentação incompleta. Um valor que além de vultuoso era, naquele momento, importantíssimo para o estado. Aquilo que presenciei em uma reunião não foi nenhum favorecimento, pelo contrário houve negativa do pedido. Portanto, é interessante temos mais informações para chegarmos a uma avaliação mais correta”, defendeu Wandscheer.

Na visão de Wandscheer, é necessário avaliar não só o montante do repasse, mas a população dos municípios envolvidos para uma possível conclusão sobre privilégios.

“Dependendo da população atendida do município, devemos fazer uma avaliação ampla para não cometermos equívocos. Não acredito que haja privilégios, mas temos que apurar, inclusive, se necessário, com a convocação do ministro”, disse.

Tramitação

O requerimento de convocação foi transformado em pedido de informações e aprovado por unanimidade. Os deputados irão despachar todos os pedidos ainda nesta semana para o ministro das Cidades.  

 

Redação PROS na Câmara

Sem tags