Deputado Ronaldo Fonseca fala da crise econômica e indica que Brasil vive um caos social

O parlamentar ocupou a tribuna do Grande Expediente da Câmara.

31/08/2017 às 16:26:31 | 91 visualizações

O deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF) ocupou nesta quinta-feira (31) o Grande Expediente da Câmara em que discursou sobre a atual crise econômica do País. Entre outros assuntos, o parlamentar falou da atuação de juízes, da reforma política na Câmara e indicou que o país vive atualmente um caos social.

“O que está acontecendo com o Brasil? Eu sou de uma geração que nunca viu uma crise tão severa. Quem tem interesse na instalação desse caos? Um país tão lindo, de pessoas trabalhadoras, a gente se pergunta o que está acontecendo. Estamos vivendo um caos social”, disse Fonseca.

O caos social, segundo Fonseca, é alimentado não só pelo desemprego, mas pelos problemas nas diversas áreas, como saúde e educação, decorrentes também de um caos ideológico pelo qual passa a política.

“Hoje vivemos também um caos ideológico. Um conflito social ideológico. Não temos direita, esquerda. Vivemos um caos ético-moral na política. Hoje, está estampada a nossa corrupção, entremeada por acordos com grandes empresários, os quais lucram com o caos social e político instalados. E poucos querem falar sobre isso”, afirmou Fonseca.

Ronaldo Fonseca criticou também a atitude, que ganhou os últimos noticiários da imprensa, de membros do judiciário que fogem das prerrogativas da função ao atuar como celebridades, distanciando-se “do verdadeiro” papel jurisdicional.

O parlamentar criticou também a interferência jurídica na atividade política. Para Fonseca, processos foram transformados em atos midiáticos por parte de alguns juízes.  

“Como vamos viver num país onde não temos confiança na Suprema Corte? É óbvio que temos que nutrir respeito pelo STF. Mas, obviamente temos que fazer essas críticas, pois isso está acontecendo em vários tribunais. Vemos, hoje, juízes usando as redes sociais como celebridades, afastando-se da função imparcial como julgadores. Juízes discursando, dando entrevistas, em eventos, e buscando estar na mídia o tempo todo”, ressaltou.

Ainda sobre a atuação de juízes, Ronaldo Fonseca disse que a atitude, isolada ou não, de membros do judiciário põe em risco o Estado Democrático de Direito.  

“A segurança jurídica do Estado Democrático de Direito está ameaçada. Segurança, nós temos? Todos os políticos estão como corruptos, agora. A mídia irresponsável coloca todos os políticos no mesmo balaio e muitos membros do judiciário estão se aproveitando dessa situação”, disse.

Após falar sobre a Reforma Política e as críticas que permeiam a proposta que tramita na Câmara, o parlamentar concluiu: “Temos uma saída. A esperança está em Deus e no povo brasileiro”, disse Fonseca ao defender que as propostas da reforma venham da rua e não de reuniões internas dentro do Parlamento.

Redação PROS na Câmara

Sem tags