Felipe Bornier articula junto ao Legislativo e Executivo ações em defesa do estado do Rio

O estado do Rio de Janeiro enfrenta uma grave crise econômica.

06/06/2017 às 15:30:00 | 69 visualizações

 

O deputado federal Felipe Bornier (Pros-RJ) esteve em Brasília, nesta segunda-feira (5), para articular medidas urgentes em defesa do estado do Rio de Janeiro, que atravessa uma grave crise financeira e na área da Segurança Pública.

Felipe Bornier participou de uma reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia e ministros para organizar uma pauta prioritária no Parlamento que beneficie o estado.

“As medidas para recuperar o nosso estado são urgentes, hoje na reunião com o presidente da Câmara ficou definido que seria criado um grupo técnico para destravar os projetos em andamento na Casa e que podem ajudar o Rio de alguma forma”, explicou Felipe Bornier.

Participaram do encontro os ministros da Educação, Mendonça Filho, e das Cidades, Bruno Araújo, além de prefeitos e deputados do estado. Na reunião ficou acertado que técnicos da Câmara e dos ministérios irão trabalhar em conjunto para dar andamentos a projetos que podem beneficiar as cidades do Rio de Janeiro.

Em seguida, Felipe Bornier esteve em audiência com o Governo Federal para discutir a crise da Segurança Pública no Rio. Em maio, o governo anunciou que o estado serviria de “laboratório” para o Plano Nacional de Segurança, que tem como foco o combate ao crime organizado e a adoção de ações sociais nas regiões mais afetadas, como as comunidades carentes.

Para o deputado, as ações para conter a violência no estado devem atingir não só nos municípios centrais, mas todas as cidades, especialmente, os municípios da Baixada Fluminense.

“O povo do Rio de Janeiro, principalmente, os moradores das comunidades e da Baixada sofrem há anos com a criminalidade e a insegurança. Chegamos no limite! Esse plano é um caminho, mas as ações precisam ser pulverizada”, ressaltou Felipe Bornier.

Plano Nacional de Segurança

Segundo o Governo Federal, o plano seguirá os moldes do que foi aplicado durante os Jogos Olímpicos de 2016, em que as forças de segurança pública locais montaram uma força-tarefa com as Forças Armadas e a Força Nacional para garantir a realização do evento.

As ações envolvem um comitê de “pronta-resposta” para agir de forma mais rápida no combate aos crimes. O comitê será formado pelo Gabinete de Segurança Institucional, ministérios da Defesa, Justiça e Desenvolvimento Social e Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Convocação Ministro da Defesa

Dando continuidade a uma agenda em prol dos municípios da Baixada e do estado do Rio, Felipe Bornier sugeriu que o Ministro da Defesa, Raul Jungmann, compareça à Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados para discutir a grave crise na segurança pública do estado.

“Precisamos saber medidas o Governo tem feito e garantir que essas ações atinjam todo o estado e não só a capital. A violência está atormentando as pessoas e temos que tomar providências. Precisamos ter esclarecimentos por parte do Governo Federal”, alertou Felipe Bornier.

O deputado subscreveu o requerimento nº 229/17 de autoria da deputa Erika Kokay que solicita a convocação do ministro à Comissão. A audiência com o ministro, Raul Jungmann está prevista para o próximo dia 21, quarta-feira.

Redação PROS na Câmara

Sem tags