Ronaldo Fonseca assina requerimento de CPI para investigar Grupo JBS

As assinaturas já foram conferidas. Para a criação da CPI, requerimento ainda deve ser lido no Plenário.

31/05/2017 às 14:12:00 | 90 visualizações

A Câmara dos Deputados analisa o requerimento 38/17, de autoria do deputado Cabo Sabino e assinado pelo deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF), que requer a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar as doações de campanhas feitas pelo Grupo JBS.

De acordo com o pedido, a finalidade da CPI será de investigar também os contratos junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), os crimes contra o sistema financeiro, evasão de divisas e a ingerência do referido grupo junto ao CADE.

Ronaldo Fonseca foi um dos primeiros a apoiar a iniciativa na Câmara dos Deputados.

“Essa semana, assinei a CPI da JBS para que se investiguem todas as doações feitas legalmente a campanhas organizadas por partidos políticos. Continuarei sempre com a minha independência parlamentar, procurando a verdade dos fatos, especialmente para evitar que o momento crítico pelo qual passa o País seja transformado em uma nova campanha eleitoral para alguns”, disse Fonseca.

Assinaturas

Para ser criada, o requerimento da CPI precisa ser assinado por, pelo menos, 171 deputados. No total, 189 deputados assinaram o requerimento de constituição da CPI. As assinaturas já foram conferidas e o requerimento aguarda leitura no Plenário da Câmara.

CPMI no Congresso

Durante sessão do Congresso Nacional nesta terça-feira (30) foi lido o requerimento para criação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) também para investigar denúncias de irregularidades envolvendo o grupo J&F, dono do frigorífico JBS e outras empresas, e operações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ainda não há prazo para a CPMI começar a funcionar.

Redação PROS na Câmara

Sem tags