Comissões da Câmara debatem nesta terça em seminário o jogo “Baleia Azul”

O deputado Odorico Monteiro protocolou projeto que obrigue a retirada da internet de conteúdos que incentivem a suicídio.

15/05/2017 às 21:19:00 | 46 visualizações

A Câmara dos Deputados realiza nesta terça-feira (16) novo debate sobre a proliferação, nas redes sociais, de jogos que instiguem o suicídio, como o caso do “Baleia Azul”. O jogo é conhecido por desafiar jovens com provas que os levam a mutilações e até mesmo ao suicídio.

Sobre o tema, tramita na Câmara o Projeto de Lei 6989/17, do deputado Odorico Monteiro, que inclui no Marco Civil da Internet a previsão de retirada da internet de conteúdos que induzam, instiguem ou auxiliem o suicídio.

“Fizemos audiência pública preocupados com o crescente número de suicídios. Entendemos que o Marco Civil foi um avanço, mas precisamos realmente modifica-lo para prevê atos específicos, como este. Grupos de jovens passam a ser vítimas de armadilhas de conteúdos que são colocados na internet”, afirmou Odorico Monteiro.

O evento contará com a participação de representantes da Organização Mundial da Saúde, da polícia, do Google, do Facebook e de psicólogos convidados. A realização é das comissões de Seguridade Social e Família; de Legislação Participativa; de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado.

Local

O seminário será realizado no plenário 7, a partir das 9h30.

Conheça os debatedores:

Foram convidados para discutir o assunto:

- o representante no Brasil da Organização Mundial da Saúde/OPAS, Joaquín Molina;

- o presidente do Conselho Federal de Psicologia, Rogério Giannini;

- o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello Coimbra;

- a delegada de Minas Gerais Gislaine de Oliveira Rios Xavier;

- o presidente da Associação Brasileira de Estudos e Prevenção do Suicídio (Abeps), Humberto Corrêa;

- o representante do Comitê Gestor da Internet do Brasil (CGI) Demi Getschko;

- a psicóloga Marisa Lobo;

- o diretor de Relações Institucionais do Google, Marcelo Lacerda; e

- o diretor de Relações Institucionais do Facebook, Murillo Laranjeira.

Redação PROS na Câmara

Sem tags