Dr. Jorge Silva defende a instituição do imposto único no País

A nova forma de tributação favoreceria uma mudançaa positiva na realidade brasileira, afirmou o deputado.

08/04/2014 às 12:00:00 | 190 visualizações

Em Plenário, o deputado Dr. Jorge Silva (Pros-ES) defendeu, nesta segunda-feira (7), uma reforma tributária que institua o imposto único no País. “Não resta dúvida de que a excessiva carga tributária e a absurda burocracia envolvida com o pagamento de impostos são grandes obstáculos ao crescimento da economia”, disse.

Atualmente, informou, mais de 36% do que os brasileiros produzem são retidos pelo Fisco sob a forma de inúmeros tributos e taxas. Para Dr. Jorge Silva, todo o dinheiro arrecadado deveria ser investido em serviços públicos de qualidade, como saúde, educação, transporte e segurança. “Nossos serviços públicos deixam a desejar e, por isso, a população se sente insatisfeita e injustiçada quando vê crescer a carga tributária”, comentou.  

Segundo o deputado, o imposto único é uma opção que simplifica o sistema tributário, pois propõe a substituição de todos os tributos por apenas um. Do ponto de vista fiscal, prosseguiu, uma alíquota de 2,8% sobre transações bancárias seria suficiente para substituir toda a arrecadação tributária nacional. Ele apontou ainda que uma alíquota de 1% já proporcionaria uma arrecadação de 25% do Produto Interno Bruto (PIB).

A instituição do imposto único, para o parlamentar, favoreceria uma mudança positiva na realidade brasileira. A economia do País daria um salto e prepararia a indústria para competir nos mercados internos e externos. Dr. Jorge Silva avaliou que essa não é apenas uma alternativa inteligente para tirar o Brasil do círculo vicioso do baixo crescimento, mas também um desejo da sociedade que merece ser apreciado pelo Congresso Nacional. 

Redação PROS na Câmara

Sem tags