ESPECIAL PREVIDÊNCIA: Muitos dados apresentados sobre a previdência são inverídicos, diz Felipe Bornier

Confira a opinião de cada deputado da Bancada Federal do PROS.

14/03/2017 às 11:56:00 | 54 visualizações

Corroborando com a decisão da Bancada em ampliar a discussão sobre a Reforma da Previdência e rejeitar o texto enviado pelo governo federal na PEC 287/16, o deputado Felipe Bornier (RJ) questiona ainda dados apresentados sobre a Previdência Social pelo governo federal.

Na opinião do Congressista, faltam argumentos consistentes. “Muitos dados nos remetem a informações inverídicas. Nesse contexto, as audiências públicas são importantíssimas para debatermos e ouvirmos entidades e representantes dos trabalhadores.

Nos dá oportunidade de discutir o tema de forma consciente”, disse. Felipe Bornier destacou ainda que a decisão da Bancada não diminui a independência dada pelo partido aos parlamentares. “A Bancada do PROS tem a sua independência. E eu tenho certeza que o debate que tem vem sendo feito, especialmente os promovidos pelo PROS, por meio da Fundação da Ordem Social, vão aprimorar o texto da proposta e garantir, na futura Reforma da Previdência, os direitos dos trabalhadores”, disse Felipe Bornier.

Debate na FOS

O congressista foi um dos participantes do evento promovido pela Fundação da Ordem Social (FOS), na quarta-feira (8), que contou com a participação de diversos representantes de trabalhadores, sindicalistas e especialistas, os quais apresentaram sugestões à proposta de Reforma da Previdência.

Na saída do debate, Felipe Bornier ressaltou a importância do encontro. “Esse é um assunto de extrema importância para o País e para todos nós brasileiros. E nós como legisladores devemos analisar todos os pontos, ouvindo entidades e a sociedade, para que possamos construir um caminho a ser seguido e que deverá recolocar o Brasil no rumo do desenvolvimento, preservando os direitos adquiridos pela população”, afirmou.

Para o Diretor Técnico da Fundação da Ordem Social e um dos organizadores do debate entre os deputados federais, sindicalistas e representantes de categorias, Cairo Tavares, “o Governo está muito distante da realidade exposta pelos especialistas e sindicalistas presentes”. De acordo com ele, todas as propostas serão levadas ao conhecimento dos deputados federais nas próximas reuniões para a construção de alternativas à Proposta de Emenda à Constituição 287/16”.

Redação PROS na Câmara

Sem tags