Eros Biondini discute modelo das APACs para ressocialização de presos

O líder do Pros na Câmara reuniu-se com o ministro do Trabalho e Emprego para discutir o tema.

08/02/2017 às 19:31:00 | 57 visualizações

O líder do Pros na Câmara, deputado Eros Biondini (MG), recebeu na última quarta-feira (2) o ministro do Trabalho e Emprego, Ronaldo Nogueira. Na pauta, a discussão sobre as Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (APACs).

“Um modelo que realmente recupera, protegendo a sociedade. Como presidente da Frente Parlamentar das APACs tenho difundido esse modelo no Brasil, num momento de caos do sistema prisional brasileiro”, defendeu Biondini.

O modelo vem sendo implementado em várias cidades de Minas Gerais e considerado eficiente no sistema humanizado de ressocialização. A APAC é uma pessoa jurídica de direito privado que administra Centros de Reintegração Social de presos.

A metodologia ganhou força através da aplicação de seus 12 elementos:

1) Participação da comunidade;

2) Ajudando o recuperando;

3) Trabalho;

4) Religião;

5) Assistência jurídica;

6) Assistência à saúde;

7) Valorização humana;

8) A família;

9) O voluntário e sua formação;

10) Centro de Reintegração Social – CRS;

11) Mérito;

12) Jornada de libertação com Cristo.

 A metodologia foi disseminada em diversas comarcas desde a implantação do Programa Novos Rumos, e atualmente dezenas de unidades APAC são mantidas por convênio pelo Estado de Minas Gerais.

Com informações do TJMG.

Redação PROS na Câmara

Sem tags