Deputado Ronaldo Fonseca rebate críticas sobre indecisão e defende medidas de combate à corrupção

“A sociedade quer corrupto na cadeia. Esse é o recado”, declarou Fonseca.

22/11/2016 às 20:09:00 | 80 visualizações

“Eu tenho uma dificuldade muito grande em ficar indeciso”, disse o líder do Pros, deputado Ronaldo Fonseca (DF), durante reunião nesta terça-feira (22) da Comissão Especial que estabelece medidas contra a corrupção. Ronaldo Fonseca rebateu críticas de que estaria “indeciso” quanto às propostas apresentadas pelo Ministério Público Federal e discutidas pelos membros do colegiado.

“Das 10 medidas apresentadas a este colegiado, eu concordo com oito delas. Então, não estou tão indeciso assim. As outras duas, estou estudando o texto e, por meio de debates, posso ser convencido a aprová-las. A verdade é que querem exercer uma pressão cujo propósito está em acelerar qualquer discussão em torno do projeto. Não tenho medo de pressão, sou um deputado de opinião. Defendo minhas posições com muita clareza”, disse Fonseca.

De acordo com o parlamentar, haveria boatos de que ele estaria indeciso sobre votar ou não a favor das medidas de combate à corrupção, que tramitam com o Projeto de Lei 4850/16. O deputado comentou a exposição dada ao Parlamento com as mudanças apresentadas ao texto pelo relator.

“Tivemos o primeiro relatório do deputado Onyx Lorenzoni com 66 artigos. Em seguida, rebemos outros dois com 219 e 176 artigos, respectivamente. O próximo relatório não sei se terá outros acréscimos. Então não podemos sair aprovando sem discutir profundamente essas propostas”, afirmou Fonseca.

Em outro momento, Ronaldo Fonseca disse que não entrará em nenhum “jogo” com relação à construção de um texto que agrade determinados setores da sociedade. “A sociedade quer corrupto na cadeia. Esse é o recado”, declarou Fonseca.

Antes de finalizar o seu pronunciamento, Ronaldo Fonseca elogiou a condução dos trabalhos da comissão pelo presidente, deputado Joaquim Passarinho (PSD-PA), e pelo relator da proposta. “O relator não está aqui, neste momento, não é para protelar votação. Ele não quer errar. Ele quer acertar. Por esse motivo, tivemos muitas mudanças no texto do relatório. Eu tenho confiança que desta comissão sairá o melhor relatório possível”, disse Fonseca.

A reunião marcada para discussão e análise do relatório de Lorenzoni começou por volta de 14h30 desta terça-feira (22), mas o relator pediu um prazo para promover mudanças no parecer, que até agora não ficou pronto.

Redação PROS na Câmara

Sem tags